Comunica-ação: como as marcas se comunicam com os clientes ao longo dos anos

Refletindo sobre como os clientes se conectavam com as marcas no passado, é fascinante observar a transformação na comunicação ao longo do tempo. Antigamente, a interação estava fortemente associada à presença física, e as empresas mais bem-sucedidas costumavam ter sedes nos locais mais proeminentes das cidades.

É inegável que a ascensão da tecnologia revolucionou não apenas a comunicação entre indivíduos, mas também a relação entre empresas e clientes. A telefonia possibilitou a comunicação em tempo real entre duas ou mais pessoas, diminuindo a distância entre elas.

Com o advento da internet e do e-mail, a troca de mensagens se tornou instantânea, encurtando as distâncias entre correspondências. De fato, todo o alicerce das interações digitais foi construído com base no conceito de e-mail (basta procurar um CRM que não tenha o e-mail como informação chave – se não obrigatória – para perceber sua falha evidente).

Imagine, então, o quanto uma marca nos anos 90 estaria disposta a investir para obter a atenção imediata de seus clientes e leads.

Como a comunicação entre marca-cliente é tratada atualmente?

Hoje, a comunicação tornou-se acessível a todos. Embora ainda exista uma barreira em termos de maturidade digital, ela não é mais o maior obstáculo a ser superado.

No entanto, o que todas essas tecnologias têm em comum? Elas possibilitam a conexão entre pessoas!

Na Skeps, sempre reforçamos que, no final das contas, são sempre pessoas envolvidas.

Todo relacionamento duradouro demanda investimento de tempo, conhecimento e compreensão mútua. Surpreendentemente, iniciar uma amizade é mais desafiador do que mantê-la. O mesmo se aplica ao mundo dos negócios: uma marca deve buscar manter seus clientes o mais próximo possível.

Isso não significa que não deva investir na conquista de novos clientes, mas, a longo prazo, investir na base existente tende a render mais do que buscar incessantemente novos clientes. Quando internalizamos esse conceito, os esforços necessários tornam-se evidentes:

– Investir em conhecer e entender seus clientes;

– Fortalecer o relacionamento mantendo uma presença constante, afinal, quem não é visto não é lembrado;

– Criar datas e momentos exclusivos para cada cliente.

No mundo analógico, essa interação ocorria organicamente, as pessoas se relacionavam diariamente e se conheciam melhor, o que naturalmente gerava mais confiança.

Agora te desafio a identificar quais marcas mantêm uma relação pessoal constante com você. Excluindo:

– Ofertas incessantes de promoções e cupons;

– Mensagens de aniversário que são, essencialmente, uma forma de promover compras.

É precisamente por essa razão que a Skeps existe. Acreditamos firmemente que uma simples mensagem pode mudar a vida de alguém.

Uma mensagem de compreensão e assistência imediata quando você está enfrentando dificuldades para acessar um aplicativo, independentemente do segmento. 🛟

Uma mensagem de parabéns onde o objetivo principal é genuinamente desejar um novo ciclo feliz, sem focar em te vender mais produtos ou serviços. 🥳

Uma mensagem que busca compreender o seu momento e ajudar a encontrar soluções para seus problemas. ☺️



Se você deseja saber como a Skeps pode ajudar na comunicação com seus leads e clientes, entre em contato com o nosso time e descubra o que sua empresa está perdendo por não se comunicar de maneira eficaz com seus clientes.

A Skeps é Blippartner!

A Skeps é parceira oficial Blip. Juntos construímos diversos casos de sucesso de Contatos Inteligentes.

Você também pode gostar

Chatbots Empresariais: Segurança em mensagens e dados

O básico ainda é um diferencial: o que muitas empresas não estão fazendo bem feito

5 erros comuns na construção de chatbots para geração de leads

Inscreva-se em nossa newsletter

E receba os melhores conteúdos!

Preencha seus dados abaixo: